segunda-feira, 30 de março de 2009

Entrevista c/ Rodrigo Lima

Buenas chicos!,hoje aqui no expulosos de campo teremos a participação ilustre de um convidado capixaba, o Flamenguista Rodrigo Lima Vocalista da banda Dead fish que esta lançando seu novo Cd "contra todos (Muito bom,ouçam!). Confiram:

1-Idolo rockeiro: Eu hoje gosto bastante de um cara chamado Neil Young, mas Hery Rollings e Chuc D também me inspiram.

2-Idolo futeboleiro: Arthur Antunes Coimbra - Zico


3_Qual sua opnião sobre o futebol brasileiro e sua torcida?
Rodrigo DF: Eu gosto de algumas regiões como SP, acompanho o paulista com um interessado em futebol, gosto da organização da competição e as vezes até colo nuns jogos com os amigos. Eu acho os clássicos perigosos porque as torcidas estão armadas, já fui a um Palmeiras e Corintians muito tenso, explodiram a mão de um cara neste jogo, acho caido. Mesmo assim sou a favor das organizadas, elas fazem uma diferença brutal num jogo.Apesar de torcer pro flamengo acho o carioca desorganizado demais e até me irrito com várias coisas. O gauchão é divertido e acompanho de longe.Eu estes dias dei uma acompanhada no Pernambucano que sinceramente parece bem bom, bastante copetitivo.


4_Qual a melhor historia em que você se identifica ja acontecida no futebol?
Rodrigo DF: Pra mim ganhar do Liverpool em 81 e ler noticias do já ganhou dos inglêses lida pelo meu pai na época me deram a certeza que quem fala demais antes acaba tendo que se explicar depois. Acho que desde 81 nunca cantei vitória antes de o jogo começar.


5_Sua maior indignação no mundo do futebol?
Rodrigo DF: Tem várias. Começando por 50 no maracanã onde meu avô estava lá e se desiludiu com o futebol pra sempre. Ele era flamenguista doente e a partir daquele dia esqueceu o futebol na vida dele.Copa de 82 ainda me deixa engasgado.O maldito gol de barriga do Renato Gaucho na final do carioca.Perder de virada do Palmeiras na Libertadores também.A copa de 78 foi ridícula, roubada.


6-Alias o Resende mando um "salve" pra ti...hahahaha
Rodrigo DF: vai pra casa do caralho vc e o botafogo.

sábado, 21 de março de 2009

Buenas chicos!

Você que ama futebol e rock´n roll e chora quando ouvi versões dos hinos de seus times cantadas pelo enrustido do Tony Garrido, Você que não aguenta mais musiquinhas "Pop"onde eles tentam passar a emoção do futebol, mas não dá é tudo tão superficial e padrão que não tem sentimento algum ali, eles vão na onde quand o futebol ta em alta e decidem simplismente fazer uma canção de futebol, ridiculo!
Por esse motivos hermanos separei uma lista com 5 banda e suas sensacionais canções de rock´n "goll"...hehehe.Enlouqueçam ai, digitem no youtube que vcs acham com facilidade.

Banda:Los fastidios (Música:"Antifa-Holligan")

A banda italiana fez uma canção a torcida Antifa(antifascista), seria com um hino antifa, vale a pena conferir é de arrepiar.

Banda:SKA-P (Música:"Rayo vallecano")

Los pibes espanhóis homenagearam a equipe dos bairro de madri onde eles vivem e que eles são torcedores fanáticos o Rayo uma equipe pequena do bairro operário de madri a república de baietas ou baiecas ,não me recordo muito bem.

Banda:Attaque 77 (Musica: "No me arrepiendo desse amor" e "sola en la cancha")

Attaque e suas canções de tocar qualquer coração de pedra uma das canções já rolou até no comercial da nike que foi "no me arrepiendo" que é uma canção que o próprio nome diz e nao presciso explicar, já sola en la cancha fala sobre uma garota torcedora do boca, uma história bem legal.

Banda: flicts (Música: "la se vai o campeonato" e "ele não quer cresce")

Banda nacional do underground a primeira canção é uma história muito legal de um time que perdeu o campeonato com um penalti no ultimo minuto de jogo(risos!) e a segunda é a musica que e mais me identifico falando sobre futebol que é a histório de um muleque de bairro que fica o dia inteiro no campo e não quer saber mais de nada alem de futebol e larga escola e nem volta pra casa e o refrão diz "ele não querrr crescer,só quer driblar correr!" uma eterna crinaça, como eu"(risos)

Bom é isso chicos, espero que curtam!

abraços
EL pibe.

quarta-feira, 18 de março de 2009

Enquanto houver vida.

São 3:30 da manhã e eu ainda estou acordado pensando na minha vida, pensando pelo que eu passei até hoje estudei até meus 18 anos e não tenho certeza do que quero ser, mesmo fazendo uma faculdade que eu não sei qual meu futuro nisso.

Já toquei em bandas e achei que aquilo era uma forma de ser diferente e quebrar essa alienação do mundo e me reunir a pessoas que realmente se importavam em acabar com o igoismo do mundo, mas começei a perceber que na verdade eram bandinhas lutando para chegar ao lugar onde mais criticavamos "o sucesso" além de brigas e histórias pelas quais nunca mais quero passar, resumindo tudo não passava de uma mentira.

Mais então comecei a perceber algo por traz do futebol, eu ja acompanhava, mas nunca com olhos críticos e entendendo tudo que se passava por traz daquele jogo, então comecei a perceber que existia um mundo fantástico nas torcidas e suas histórias,onde eles eram como as bandas que diziam e criticavam tudo que eu sempre achei errado, mas então mais uma vez me decpecionei e percebi que eram como as bandas que vendiam seu produto falso e me sinto como um derrotado por tentar, tentar ser diferente de tudo que vi de errado e quiz mudar, mas percebi que não é assim, me senti como no deserto onde você grita, mais não importa o quanto você grite você nunca será ouvido.

Posso dizer com toda certeza que nunca me sentia tão bem quando estava nos palcos tocando uma musica que pulsava nas veias ou quando estava cantando nas arquibancadas coma torcida do meu time, mas ao mesmo tempo que quero não consigo viver algo que sei que na verdade boa parte dessas pessoas vendem um produto falso delas mesmas.

Meus amigos?não sei nem mais quem eu sou,como posso saber quem são meus amigos, as pessoas sempre querem o melhor para elas mesma, seguem o caminho que querem independente de quem esta com elas se vai deixa-la, mas o que vale é só você mesmo!

Posso não concordar mais com esse texto daqui algum tempo, mas até agora o que posso dizer é isso, talvez passem por isso, espero que eu esteja só nessa!

"Enquanto houver vida haverá um motivo pra lutar".(flicts)
abraços
Gui.

domingo, 15 de março de 2009

Davi e Golias

Você corinthiano, flamenguista, são-paulino, palmeirense, vascaíno, colorado, gremista, botafoguense, tricolores cariocas e baianos, santista. Você, que vê seu time entre as 20 maiores torcidas do Brasil, faça um exercício de abstração.

Pense que você não torce junto com mais 3 milhões de pessoas pelas mesmas cores, pelo mesmo amor. Esqueça os títulos fartos, as vitórias inesquecíveis e os craques indiscutíveis que passaram pelo seu time.

Vá até seu estádio preferido num dia sem jogo e sente-se nas arquibancadas. Feche os olhos. Tenha consigo a companhia das pombas, dos faxineiros da geral e da sua paixão pelo futebol. Imagine que junto de você, existem outras 500 pessoas no Brasil inteiro. No mundo inteiro.

Pense que você torce para um time cuja torcida tem esse tamanho. Um time que tem títulos esparsos e glórias advindas de vitórias sobre gigantes, um solitário gol de bicicleta. Um clube quase de bairro, que todos dizem amar, mas que poucos realmente sabem onde é o estádio.

Abstraia.

Conseguiu? O que você sentiu?

Pena? Compaixão? Achou graça? Se sentiu ridículo? Então volte para o seu gigante. Ele estará lá, de braços abertos a lhe esperar.

Sentiu prazer? Achou uma sensação esquisitamente agradável? Sentiu-se único, diferente? Pronto. Você descobriu o que é torcer para um time pequeno. Agora, você de fato sabe o que é amar o futebol. Amor que é amor sobrevive a tristezas, a vitórias tão raras quanto intensas, a lágrimas carregadas de afeto.

sexta-feira, 13 de março de 2009

"Na minha época"

Buenas chicos!
queria iniciar com uma frase "Santo André no G4 Porra",Valeu é isso ai!

Bom chicos...Acho que todos ja ouviram essa frase "Na minha época" ou talvez ja até mesmo disseram, incrível como as pessoas vivem do passado, como as pessoas são contraditorias e imbecís, bando de velho,opa perae, mas alguns nem são velhos é só pra serem mais "Old scholl" mesmo, essas são as piores.Enfim dessam do banquinho porque tudo se renova.

Enfim estou aqui para falar a todos esses seja vc Pai conservador, Punk xixi, rockeiro fracassado, gala que prescisa de viagra...Chega!seu tempo ja foi!estamos em 2009, tudo tem "início,meio e fim",deixem de ser old scholl e vão procurar mais o que fazer!

abraços
El Pibe Gui.

quarta-feira, 11 de março de 2009

Quente..Quente..Queimo!


Eae galera,bom hoje queria chamar atenção a questão ambiental que vivenciamos, muitos não dão muita importancia e nem percebem o mal que está começando e que futuramente podemos causar as nossas futuras gerações.

Procurem saber mais sobre o aquecimento global e como reverter esse quadro, isso não vai te atrapalhar e assim podemos melhorar um pouco dessa merda que vivemos.


A letra desse post é da banda Dead fish (Aliás entrevistamos o vocalista,confiram a materia em nossas matérias anteriores.),a letra foi feita em uma experiencia calorosa de rodrigo em um dia normal onde o calor era insuportável,enfim a letra retrata o que vivenciamos como consequencia do aquecimento global hoje.confiram:

Meus pés não me conduzem mais pra onde quero
Pra trabalhar, vou pagar bem caro nessa bota de ferro
As ruas da cidade vertem rios de uma sopa preta
Onda de calor refletida num deserto vertical
E o sol faz seu papel...como sempre fez!
Quantos graus a mais? Posso suportar!
Esperando suas lentas decisões?
Procuro pedras frias pra não me queimar
Onde ando, me protejo, não me comprometo
Não me importa todo esse inferno escaldante
Preciso andar bem rápido de encontro àquela miragem
E o sol faz seu papel...como nunca fez
Poeira sobre minha pele, combustão nada espontânea
Veias infladas prestes a explodir
Quanto tempo até tudo queimar
Quantos graus a mais? Posso suportar!
Esperando suas lentas decisões?

Efeitos negativos:

-Limitação dos recursos

-Excessivo consumo de matérias

-primas não renováveis e exploração dos recursos primários;

-Incapacidade da tecnologia para equilibrar uma sociedade não sustentável.
O que fazer para manter o equilíbrio:

- Repensar o uso do ” Capital Ambiental “;


- Optar pela sustentabilidade;

- Utilização de estratégias que procurem a manutenção dos recursos naturais.


Esgotamento dos recursos naturais:


Algumas consequências do desenvolvimento e crescimento mundial:

- Diminuição das florestas;

- Aumento das lixeiras;

- Poluição da atmosfera e da água;

- Proliferação das cidades e do betão;

- Esgotamento dos recursos não renováveis.

Alterações Climáticas:



A nossa mudança Global depende da sociedade e da sua intervenção. Esta deve saber gerir e planear todos os recursos, bem como a pesquisa de outros. Cabe-nos a nós intervir para termos um mundo melhor.





Bom galera espero ter chamado a atenção a esse caso grave que vivemos,cuidem-se mas nao só de vocês mesmos!



"Quantos graus a mais posso suportar?"

Abraços e beijos

Gui.

domingo, 8 de março de 2009

Viva o fenômeno!

Fazia muito tempo que eu nao sentia aquele frio na barriga de emoção quando "O fenômeno" fez o gol e saiu para o abraço junto a torcida corintiana que desceu em massa para retribuir o abraço ao gordo, ops desculpa, fenômeno acabando com a alegria dos palmeirenses em pleno palestra, não pelo palmeiras mais sim pelo "cala boca geral aos magrelos" que diziam "ahhh ronaldo,ja era, ja foi a época",pois é na liguagem de rua " tomaram no... @$%#$&#@$






Seria muito bom se os jogos fossem todos assim com emoções como essa.O que resta é levantar e aplaudir a volta do maior artilheiro brasileiro de todos os tempos (ronalfo,nem Pelé chegas ao seu Pé!).


http://www.youtube.com/watch?v=lAIeXRUnJzI


Parabéns Gor..ops..ronaldo!


Obs:somente domingo agora contra meu ramalhão que ronaldo infelizmente nao terá a chance de mostrar seu belo futebol..hahaha



Abraços e beijos


Gui.

quarta-feira, 4 de março de 2009

Buenas chicos!,hoje aqui no expulosos de campo teremos a participação ilustre de um convidado capixaba, o Flamenguista Rodrigo Lima Vocalista da banda Dead fish que esta lançando seu novo Cd "contra todos (Muito bom,ouçam!). Confiram:




1-Idolo rockeiro: Eu hoje gosto bastante de um cara chamado Neil Young, mas Hery Rollings e Chuc D também me inspiram.


2-Idolo futeboleiro: Arthur Antunes Coimbra - Zico


3_Qual sua opnião sobre o futebol brasileiro e sua torcida?




Rodrigo DF: Eu gosto de algumas regiões como SP, acompanho o paulista com um interessado em futebol, gosto da organização da competição e as vezes até colo nuns jogos com os amigos. Eu acho os clássicos perigosos porque as torcidas estão armadas, já fui a um Palmeiras e Corintians muito tenso, explodiram a mão de um cara neste jogo, acho caido. Mesmo assim sou a favor das organizadas, elas fazem uma diferença brutal num jogo.Apesar de torcer pro flamengo acho o carioca desorganizado demais e até me irrito com várias coisas. O gauchão é divertido e acompanho de longe.Eu estes dias dei uma acompanhada no Pernambucano que sinceramente parece bem bom, bastante copetitivo.


4_Qual a melhor historia em que você se identifica ja acontecida no futebol?

Rodrigo DF: Pra mim ganhar do Liverpool em 81 e ler noticias do já ganhou dos inglêses lida pelo meu pai na época me deram a certeza que quem fala demais antes acaba tendo que se explicar depois. Acho que desde 81 nunca cantei vitória antes de o jogo começar.




5_Sua maior indignação no mundo do futebol?





Rodrigo DF: Tem várias. Começando por 50 no maracanã onde meu avô estava lá e se desiludiu com o futebol pra sempre. Ele era flamenguista doente e a partir daquele dia esqueceu o futebol na vida dele.Copa de 82 ainda me deixa engasgado.O maldito gol de barriga do Renato Gaucho na final do carioca.Perder de virada do Palmeiras na Libertadores também.A copa de 78 foi ridícula, roubada.





6-Alias o Resende mando um "salve" pra ti...hahahaha


Rodrigo DF: vai pra casa do caralho vc e o botafogo.

terça-feira, 3 de março de 2009

Entrevista "A la colombia".

Eae pessoal, essa é uma entrevista com o Baterista Pipe da banda Rockeira Colombina “tres de corazon”.Para quem quiser conhecer mais sobre a banda vale a pena, o site é:

http://www.tresdecorazon.com/




Sebas,Jorge e Pipe


Abaixo temos a entrevista em colombiano e logo depois eu a traduzi para nosso português:


1-idolo de futbol:
RENE HIGUITA (Goleiro da seleção colombiana)

2-idolo rockeiro:
ATTAQUE 77(Argentina)

3-Como es el futbol colombiano hoy?(Como é o futebol na colombia hoje?)

Colombiano: ES UN FUTBOL SIN ALMA Y SIN CORAZON, UN FUTBOL QUE YA NO ES EL DE ANTES, MUY LIMITADO A QUE LOS JUGADORES JUEGUEN POR PLATA PERO NO POR SENTIMIENTO.

Português: É um futebol sem alma e sem coração, um futebol que já não é mais como antes, muito limitado com jogadores jogando por dinheiro e não por um sentimento.

4-lo que sabes de futbol brasileno,te gusta?(O que você sabe sobre o futebol brasileiro,você gosta?)

Colombiano: SE MUCHO! CONOSCO SUS IDOLOS EQUIPOS Y TORCIDAS ME GUSTA MUCHO, SON LOS MEJORES Y ME GUSTA QUE JUEGUEN ALEGRES Y FELICES

Português: Sim, muito! Conheço seus ídolos equipes e torcidas e gosto muito, são os melhores e eu gosto deles são jogadores alegres e felizes.


5-la mejor cancion que habla de futbol para vos?(A melhor canção para você que fala de futebol?)

Colombiano: SOLA EN LA CANCHA DE LA BANDA ARGENTINA ATTAQUE 77

Português: “Sola en la cancha” da banda argentina “Attaque 77”

6- Futbol e Rock son iguales de alguna forma?

Colombiano: Si,por que estan echos del mismo sentimiento popular de libertad y pasion, por que son alegrias masivas de los que tenemos el corazon revolucionario

Português: Sim, porque eles têm o mesmo sentimento popular de liberdade e paixão, porque é a alegria da massa dos que tem coração revolucionário.
"Vencer Vencer Vencer...Mais uma vez!"

É muito fácil torcer para um time onde são fartos de títulos,onde um campeonato regional para eles nem tem mais graça,para as pessoas hoje o que importa é ser “Lo mas grande”.As pessoas são burras e alienadas,se apaixonam por hinos lançados pela mídia,que se torna moda nacional(Ex:Aqui tem uma bando de louco),simplesmente vestem uma camisa que eles nem sabem sua historia e saem desprezando qualquer um que não use a mesma pele que ele,onde quer impor uma posição de medo e força sobre as pessoas,As pessoas não valorizam a raiz e a tradição do seu time e do futebol,onde o antigo valor de seus antecedentes,onde o futebol era romântico e brigador,a influencia que a mídia exerce sobre as pessoas é muito grande
“é vergonhoso você ser pequeno...Vencer,vencer,Vencer ” ,as pessoas desprezam times menores que um dia também estiveram lá em cima com raça e muita dificuldade,e a cada dia tudo ser torna mais comercial e alienado.

Acima de qualquer coisa, eu vejo o futebol como uma paixão única,como lição de vida,ele esta está acima da minha equipe,do meu país,do mundo,eu vivo futebol,principalmente eu “sinto” o futebol.O amor do futebol esta nas arquibancadas onde um solitário torcedor com seu humilde trapo, com sua camisa velha de quando foi com seu pai ao estádio a anos atrás e sentindo junto com o time dentro de campo a mesma emoção,ali está o amor pelo futebol,não está em uma massa uniformizada onde simplesmente predomina a “ignorância”,o “machismo” e o egoísmo por “Ganhar”,”vence”,”ganhar” ,“vencer” e nunca perder,afinal,”Como posso perder?perder é vergonhoso não?ainda mais para um time da segunda divisão”.

O futebol é imprevisível,ele da voltas,nada pode unir mais diversidade que o futebol,As pessoas se juntam nos bares para tomar uma cerveja vendo o jogo,pai e filho sentem junto o mesmo amor que seus avôs sentiram,uma massa para em torno de 22 guerreiros brigando por um brasão que tem toda uma historia por trás deles,onde traz,títulos,derrotas,vitorias e jogadores inigualáveis. Sinta, Ame, conheça, não se influencie,não subestime clubes que não tem o mesmo poder financeiro e de vitorias que o seu,de nada vale títulos sem amor,a fartura se torna sem graça,busque a historia que existe por traz desse brasão,de clássicos,da tradição.



Beijos e abraços hermanitos


Gui.

segunda-feira, 2 de março de 2009



O Novo Moicano (Mullets)

Existiu uma época onde os moicanos eram “contracultura”,seria como uma critica a didática, moderninha e narcisista sociedade,as pessoas ficavam chocadas ao ver os cabelos espetados e arrepiados.
Hoje infelizmente é “massa” ter um moicano,para gatinhas é lindo,é comum ter um moicano,tudo bem que não é aquele moicano do Punk,é um moicano mais diferenciado,é mais “style” certo?
Axé,rock,pagode,até aquele artista Paulinho vilela teve um moicano,pois é,isso é triste para os contra a cultura dos idiotas narcisistas.
Amigo não se sinta mal a revolução está ai,existe um novo moicano,existe um novo modo de chocar as pessoas,existe um novo modo de acabar com essa “massa bonitinha”,quer saber como?MULLETS,pois é isso mesmo aquele cabelo adotado pelas pessoas sucesso dos anos 70,perceba os Mullets assustam as pessoas,as pessoas hoje ainda usam,costumamos ver muito mullets sendo usada na America latina como Argentina e Chile onde é mais freqüentes ver o Mullets.


Seja bem-vindo ao Expulsos de Campo

O publicitário, roqueiro e torcedor do Santo André, Guilherme Pibe, traz a visão "underground" de toda cena do futebol e do rock´n roll juntos em um só blog.



Para ver os vídeos do EDC, clique aqui.