terça-feira, 28 de julho de 2009

Novidades

Boas e ruins, começando pela ruim, vou ficar um tempo parado com o blog, provavemente farei 1 postagem a cada duas semanas, talvez mais ou menos.

Motivo?

Bom o trabalho me chama, e além disso estou fazendo um pequeno documentário que futuramente todos poderão ver aqui ou no youtube, que vai serchamar "Os roqueiro também torcem", quebrando o velho paradigma de qe o futebol é somente para pagodeiros e mostrando que sim, estamos nas arquibancadas, e que de pouco em pouco a nação roqueira domina as arquibancadas.

Rock´n roll all football!

Abraços e Beijos
El pibe Gui

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Cass: O grande Hooligan Negro













Negro, órfão de família jamaicana e adotado por um casal branco da zona leste de Londres, Cass Pennant viveu uma história contextualizada pela discriminação racial iniciada nos primórdios de sua infância. Sensações que sentiu na pele desde o ambiente escolar até o dia em que foi levado pela primeira vez por seu pai adotivo ao pub de torcedores do West Ham.

Em contrapartida, o jovem cresceu. E uma das formas de reconhecimento e aceitação deste filho de imigrantes na sociedade foram os socos e botinadas, em nome do amor pela bandeira azul-grená dos Hammers.

O filme, baseado na biografia do protagonista, aponta cenas clássicas desta que é considerada a grande subcultura marginal relacionada ao futebol. Trata-se de um passeio pela história da Inter City Firm, famoso grupo de adeptos do West Ham United, na pessoa de um de seus principais integrantes: Cass.

Seu apelido foi herdado da admiração por outro negro. Muhammad Ali-Haj, nascido Cassius Marcellus Clay Jr, de onde surgia o apelido Cass. Era uma forma de reconhecimento do garoto que odiava ser chamado pelo nome, Carol, devido ao bullying na escola.

Cerca de 2 metros de altura, braços pesados e a valentia de um guerreiro das ruas foram as marcas de Cass, um homem que ganhou e também perdeu com a complexa vida de um hooligan com origens jamaicanas. Entre os saldos do brigador de rua que teve seu auge nos anos 80, muito sangue derramado, uma carreira promissora de escritor hooliganista, o assassinato da mãe adotiva cometido por inimigos, diversos ferimentos a favor e contra, além de duas prisões - a última delas, por assassinato.

O sucesso do filme, lançado em 2008, surge no ano seguinte. Mesmo tratando-se de uma produção independente, esteve entre os mais assistidos da terra da rainha.
Nada a se estranhar, já que ninguém melhor que Cass, presente nos bastidores do roteiro de GSH, para dar a verdadeira fidelidade ao filme que conta sua trajetória de vida, sempre entrelaçada com ICF, Hools e WHU. Resumindo: todos aqueles que se basearam em Green Street Hooligans (2005) para saber um pouco do que é hooliganismo inglês e firmas casuals, já podem substituir tais referências.


texto retirado do De primeira

Abraços e Beijos
El pibe Gui

terça-feira, 21 de julho de 2009

Xingáis ao Próximo

Alvo da vez: Marcão, zagueiro do Palmeiras

Proximo a arquibancadavisiante, ao se aquecer para o jogo, um torcedor adversário(no caso, Eu) grita seu nome como se chama-se ele de forma amigável, mas o ue ele não sabia...

video

O legal mais ruim ao mesmo temp é que essa é a segunda vez que eu havia chingado ele nsse mesmo jogo, ou seja, não gravei a primeira que na minha opnião foi mais fantástica, porque ele olhou com tanta vontade, quen omeço eu iqui até com dó e comprimentei ele!hehehe

abraços e beijos

El pibe Gui

segunda-feira, 20 de julho de 2009

domingo, 19 de julho de 2009

Xingás ao próximo

Alvo: Sergio guedes
Tema: o Seu Mullets!

Confiram o video e a opinião do volante do Santo andré Fernando!



video

Em breve Campanha "Corta Guedes!!!"

Abraços e beijos
El pibe Gui

sábado, 18 de julho de 2009

Trapo Roqueiro!

Para acabar com o paradigma de que o futebol brasileiro só tem pagodeiro ta aí mais uma prova, o trapo do AC/DC na arquibancadas, que é meu!hehehe

Lembrando que além do meu há muitos outros trapos roqueiros por ai!




Estreiei o Trapo no jogo que acabo de chegar entre o meu ramalhão contra o palmeiras, eu não levei a camera, mas você pode conferir as fotos tirandas pelo meu amigo Gabriel Uchida do blog http://www.torcida.wordpress.com/


Abraços e beijos
El pibe Gui

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Não Verón mais o mundial!

Em homengem a "Pincharrata", o campeão Estudiantes, um breve texto e curiosidade do clássico argentino com o Gimnásia.



A maneira como o Estudiantes surgiu foi muito importante para acirrar a rivalidade entre os dois clubes de La Plata. O Estudiantes só aceitava jovens com estudos, enquanto o Gimnasia, contrariando sua origem, passou a incorporar os menos favorecidos da cidade, principalmente os oriundos de bairros operários como Berisso e Ensenada. Fato que alimentou o nascimento de um dos maiores clássicos do futebol argentino: Estudiantes x Gimnasia ambos de La plata.

Abraços e Beijo
La Bruxita,Ops El pibe Gui

sábado, 11 de julho de 2009

A torcida que nunca abandona

O futebol é apaixonante, muitas vezes o único amor verdadeiro, e é no interior argentino onde mesmo enfermos a “Hinchada que nunca abandona” sempre esta presente, O Club Atlético Newell's Old Boys, ou simplesmente NOB, é um clube argentino de futebol da cidade de Rosário foi a equipe reveladora do grande craque Diego Armando “Maradona”, entre outros o zagueiro Sensine e o atacante Lionel “Messi”.




O Newell´s disputa o Clássico de Rosário enfrentando ao Rosário Central, sendo esse um dos maiores clássicos da Argentina. Seu estádio é o El Coloso del Parque para 42.000 expectadores.
Fundado em 1903. foi nomeado por ex-pupilos do English High School of Rosario, em homenagem ao seu diretor e técnico de futebol, o imigrante inglês Isaac Newell,que era um grande Anarquista.


Certa vez, um hospital da sua cidade de Rosário, interior da Argentina, organizou uma campanha para arrecadar fundos para combater a lepra e convidou os dois clubes da cidade Newell's Old Boys e seu grande rival o Rosario Central para participar. O Newell's concordou em participar, mas o Central não. Desde esse dia, os jogadores e torcedores do Newell's são chamados de "leprosos", enquanto os do Central são chamados de "canallas".


A torcida do newell´s é apaixonante e enlouquecedora,sendo “La banda que nunca abandona”,sempre presente e seus cantos nunca param, em um de seus cantos há uma frase em que diz “Se muero que sea de lepra”,ou seja, “se morro que seja de lepra”,Em relação o apelido deles dado pelos “canalhas” ou castellano “canallas”, parece engraçado e maldoso ao mesmo tempo, mais na verdade mostra o sentimento de amor e loucura pelo NOB.Uma caracteristica do futebol argentino é o times e suas torcidas serem formados nos Bairros, já a torcida do Newell´s e Rosário cantam “que todos los barrios estaram” pois é uma provincia fora de Buenos Aires, interior argentino, ou seja, não é uma equipe especificamente de um bairro como Boca(La boca),Racing e Indepediente(Avelaneda),All Boys(Floresta).
Video com um canção feita para o Newell´s, confiram:
Abraços e beijos
El pibe Gui






sexta-feira, 10 de julho de 2009

Xingáis ao Próximo

Crítica aos "Boleiros", enquanto sofremos por nossa paixão (O futebol), o jogadores zombam e se divertem em baladas com seu luxo e suas mil mulheres.

Fora mercenários,Futebol é Sentimento, pra jogar tem que ter Raça!!!

video

Não vamos deixar esses mercenários zombar de nossas caras!!!

Abraços e Beijos

El pibe Gui

quinta-feira, 9 de julho de 2009

Paixão Grená


Era fevereiro de 2008, era meu segundo dia na Argentina, no dia anterior eu tinha ido ao Jogo do All boys contra o Comunicaciones em Floresta, a terra de Los Albos, era dia e conheci um Taxista indo ao centro de Buenos Aires, o cara era fanático pelo Lanús, que estava disputando a vaga para a libertadores, o cara tinha adevisivo do Lanús até nos bancos do Táxi, e ele me disse que haveria um jogo do lanús contra uma Equipe do equador se eu não me engano era Almedo.















Não resisti e decidir ir a Lanús ver a paixão Grená, para chegar a Lanús era presciso pegar um trem somente que demorava entre 30 a 40 minutos do centro, até ai não era problema, mais chegando lá me deparei com um Subúrbio feio, enfim o medo já tomava conta de mim, no caminho até o estádio em uma grande rua que na verdade parecia uma avenida esse medo foi diminuindo, quando via velhinhas com camisa do Lanús, Crianças com o uniforme completo do Lanús, enfim Lanús era somente Grená naquele dia.



Após meia hora de caminhada chegamos ao estádio, a movimentação era grande, decidimos comprar uma camisa do Lanús e nos juntar a massa Grená, entramos no estádio o clima era bom o estádio ainda não estava cheio, quando derepente todos se levantam para aplaudir e reverenciar a Barra do Lanús numa entrada de Reis, e daí a loucura e o “Aliento” não param mais, uma curiosidade que no meio disso tudo chegam alguns Gremistas, isso mesmo Gremistas com camisas de Grêmio e para fazerem média boné do lanús ( pura babaquisse), até ai tudo normal, jogo normal, somente torcida local mas um fato curioso como se não bastasse brasileiros Gremistas nas arquibancadas havia um Árbitro brasileiro de Floripa o Senhor Heber Lopes(Puto!).















O jogo era decisivo para o Lanús, enfim tudo de errado aconteceu até o primeiro tempo, Heber não apitou um Penal em favor do Lanús,além de faltas, mas apitou outra favorecendo o time Equatoriano, enfim o Clima pesou, quando derrepente eu vejo o Espertinhos Gremistas saindo de fininho, e a torcida grita “Brasilenõ hijo de puta”, antes de mais nada para não falaram Brasil x Argentina e suas rivalidades não é preconceito e rivalidade a brasileiro, mais sim pelo roubo do jogo, e eu nada Bobo fui junto e soltei “brasilenõ Hijo de puta”, tempos depois o lanús faz 1 a 0 e logo 2 a 0, o clima acalma, mesmo assim decidimos sair 5 minutos antes, quando na saída os “espertos gremistas” já estavam sem camisa e com a cara toda Roxa, ou seja, se Fu...,ai fica uma lição, respeito local!

















Enfim dia de aventuras e como diria aquele velho desenho animado “saída rápida pela Direita”, dia inesquecível de sentimento e loucura grená.

Aguante Lanús!

Abraços e beijos
El pibe Gui

Festa na Favela!!!!

Ae rapaziada ontem fui ver o Bando de loco em ação, confiram parte das fotos e videos que eu gravei do jogo, lembrando que ainda vou postar o video com todas as imagens da partida até segunda, terá chegada,entrada e as emoções dentro da cancha,confiram parte disso agora:



O climaera de ressaca pós Copa do Brasil, nenhum problema, tumulto ou confusão, afinal, "É festa na Favela".

Abaixo o video de dois gols do corinthians gravados por mim registrando a emoção da torcida corintiana.

video

Além do jogo, houve a apresentação de Edu(3° foto abaixo), recém contratado da equipe do parque São Jorge, Com total de 29 mil tocedores a torcida empurrou timão do início ao fim, a unica coisa que sempre me deixa chateado ao ver as torcidas em praticaente todos estádis brasileiros que vou é a divisão de torcidas dos quais torcem para o mesmo time, e se separam por questão de poder, sendo que poderiam fazer uma linda festa juntas,e mais uma vez renda de 930 milhões de Reais, é dinheiro não? pois é, esse é o futebol moderno...Lucro em massa, para o bolso do patrão, ops, do timão!



Abaixo o Video da Festa de início da partida:

video

Pois é, Loco é poco, e mais uma vez fica a prova de que Ronaldo faz a diferença! Agora sexta estarei em são caetano no jogo entre, Portuguesa x São Caetano e domingo visitar o Morumbi onde estará jogando, São paulo x flamengo...
"Nem guerra entre torcidas, Nem paz entre classes"
Abraços e beijos
El Pibe Gui

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Bate bola c/ Henrike do Porcos cegos

Buenas Chicos! Carioca, apaixonado por Rockabilly e Rubonegro de coração, entrevistamos Henrike, cantante da banda de Punk rock, os "Porcos Cegos", confiram o Papo de Boleiro:

Na foto Henrike e Eu no show em São bernardo em 2007

Idolo Rockeiro: Johnny BurnetteI

dolo Boleiro: Zico

Qual a primeira vez que foi a um estádio?
Foi numa final do campeonato carioca no Maracanã, Flamengo X Botafogo. Claro que o Mengão foi campeão.

Como você se interessou pelo futebol e qual sua relação como torcedor?
Meu pai é Flamengo, toda minha familia, inclusive eu, somos cariocas. Acabei herdando essa paixão Rubro Negra do meu pai. Infelizmente meus dois filhos são São Paulinos, então de vez em quando vamos ao estádio ver o São Paulo jogar.

Qual a história no futebol que você mais se identifica?
Com certeza foi quando o Flamengo foi campeão do mundo. Os anos 80 foram uma ótima época para ser Flamengo. Ser moleque e ver seu time ganhar todas é muito foda. O Mengão tinha Zico, Nunes, Junior, só craque.

O que você acha das torcidas no brasil?
Acho que agredir alguém porque essa pessoa torce para o time adversário é pura estupidez.

O futebol brasileiro ainda empolga?o que você acha da atual seleção?
Claro, sempre que possível assisto o Mengão na TV ou algum clássico do Futebol Paulista. Tenho gostado ultimamente de ver o Corinthians jogar. Só acompanho os mercenários da seleção em Copa do Mundo



É isso ai Galera, esse foi Henrike Cantante da Banda Porcos Cegos, Abaixo para animar a todos um dos melhores Clipe que eu vi nos ultimos anos que mistura rock e Futebol, Heróis ou Rebeldes da banda Porcos Cegos, Confiram:

http://www.youtube.com/watch?v=cBO93HB2K_0

"Somos asperos e verdadeiros"

Abraços e Beijos
El pibe Gui

terça-feira, 7 de julho de 2009

Bate bola c/ Rodrigo do Dead fish

Essa semana saiu minha matéria na New Skate que fiz com o cantante da banda capixaba, Dead Fish,confiram a materia abaixo:



Skate, futebol e muito Hardcore com Rodrigo Lima

Com quase 18 anos de estrada tocando o verdadeiro Hardcore com muita energia e influênciados pela cultura do Skate, a banda Capixaba Dead fish lançou á poucos meses seu 6° e mais novo CD "Contra Todos", dito pela banda como ser o melhor trabalho que ja fizeram. O que poucos sabem é que o Vocalista Rodrigo Lima Além da Música e do Skate tem outra paixão o "Futebol", o Capixaba é Flamenguista doente e sempre acompanha seu time mesmo fazendo turnês pelo Brasil, e pra confirmar isso fizemos um Bate-bola com o Rodrigo Lima confiram:

Gui el pibe-Idolo rockeiro

Rodrigo DF: Eu hoje gosto bastante de um cara chamado Neil Young, mas Hery Rollings e Chuc D também me inspiram.

GUi el pibe-Idolo futeboleiro

Rodrigo DF: Arthur Antunes Coimbra - Zico

Gui el pibe: Qual sua opnião sobre o futebol brasileiro e sua torcida?

Rodrigo DF: Eu gosto de algumas regiões como SP, acompanho o paulista com um interessado em futebol, gosto da organização da competição e as vezes até colo nuns jogos com os amigos. Eu acho os clássicos perigosos porque as torcidas estão armadas, já fui a um Palmeiras e Corintians muito tenso, explodiram a mão de um cara neste jogo, acho caido. Mesmo assim sou a favor das organizadas, elas fazem uma diferença brutal num jogo.Apesar de torcer pro flamengo acho o carioca desorganizado demais e até me irrito com várias coisas. O gauchão é divertido e acompanho de longe.Eu estes dias dei uma acompanhada no Pernambucano que sinceramente parece bem bom, bastante copetitivo.

Gui el pibe: Qual a melhor historia em que você se identifica ja acontecida no futebol?

Rodrigo DF: Pra mim ganhar do Liverpool em 81 e ler noticias do já ganhou dos inglêses lida pelo meu pai na época me deram a certeza que quem fala demais antes acaba tendo que se explicar depois. Acho que desde 81 nunca cantei vitória antes de o jogo começar.

Gui el pibe: Sua maior indignação no mundo do futebol?

Rodrigo DF: Tem várias. Começando por 50 no maracanã onde meu avô estava lá e se desiludiu com o futebol pra sempre. Ele era flamenguista doente e a partir daquele dia esqueceu o futebol na vida dele.Copa de 82 ainda me deixa engasgado.O maldito gol de barriga do Renato Gaucho na final do carioca.Perder de virada do Palmeiras na Libertadores também.A copa de 78 foi ridícula, roubada.

É isso ai rapaziada, quem disse que futebol é coisa de pagodeiro? Hardcore,Skate e Futebol, uma combinação de louca e de muita energia, esse foi Rodrigo Lima Vocalista da banda Dead Fish de Vitoria, Espírito Santo.

"Somos nós Contra todos"
Abraços
El pibe Guilherme



segunda-feira, 6 de julho de 2009

Fim de semana pelo interior

Esse fim de semana, fui tocar em Serrana próximo de Riberão Preto, onde ocorre o Clássico Comefogo entre Comercial e Botafogo clube do Ex-craque Sócrates.

No caminho paramos na Cidade de leme por volta das 11 horas, íamos somente visitar o estádio do Lemense, quando tivemos a surpresa de prestigiar o jogo entre Lemense e o XV de jaú, casa vazia e jogo feio(risos!)






Ao chegar em serrana jogamos contra o Time do zé rodão,eu entre para o outro time local, os "Punkinhos", time de roqueiros ruins de bola, pela primeira vez me senti como o Destaque da equipe(risos!).o jogo acabou 15x 10 para eles, mais eu deixei minha marca com um gol "a lá maradona na copa", golaaaaçççoooooo.

A noite rolou um evento caipiro com show epalestras bem legais, semana que vem ainda estará rolando o evento para quem quiser ir o caipiro rock é dia 12 e 13 com otimas bandas e palestras.

Até o final dessa semana vou colocar a matéria que fiz com Rodrigo Lima da banda Dead Fish num "verdadeiro papo de Boleiro", a matéria irá sair também pela New Skate.

Abraços e beijos
El pibe Gui

domingo, 5 de julho de 2009

Xingáis ao Próximo!

pequena série editada e feita El pibe e os expulsos de campo, com fatos marcantes de entrevistas e imagens gravadas por El pibe Gui, confiram:

video

Abraços e Beijos

El pibe Gui

Seja bem-vindo ao Expulsos de Campo

O publicitário, roqueiro e torcedor do Santo André, Guilherme Pibe, traz a visão "underground" de toda cena do futebol e do rock´n roll juntos em um só blog.



Para ver os vídeos do EDC, clique aqui.